Pular para o conteúdo

É verdade que patinetes elétricos são mais seguros que bicicletas? Aprenda antes de comprar

E-scooters e e-bikes estão se tornando mais populares devido à sua compatibilidade com o meio ambiente, facilidade de deslocamento, conveniência e design e funcionalidade aprimorados. No entanto, quando se trata de escolher um, as pessoas frequentemente se dividem em dois campos: “alguns dizem que as e-scooters são melhores e outros dizem que as e-bikes são mais convenientes”. Essas escolas opinativas sobre e-scooters e bicicletas aumentaram principalmente por causa de sua segurança nas estradas.

Então, os patinetes elétricos são mais seguros do que as bicicletas? Além disso, quando andar de e-scooter pode ser perigoso e o que o torna mais seguro do que andar de bicicleta elétrica?

A Royal Society for the Prevention of Accidents investigou acidentes e segurança com bicicletas e patinetes elétricos. O estudo descobriu que andar de e-scooters é 5 vezes mais seguro do que andar de bicicleta e incluiu conselhos e instruções essenciais de segurança.

Então, vamos entrar em mais informações sobre o assunto. Você também aprenderá sobre cenários em que pilotar uma e-scooter pode ser perigoso, bem como como evitá-los.

As scooters elétricas são mais seguras do que as bicicletas?

Com a popularidade das scooters elétricas como meio de transporte, muitas pessoas estão preocupadas com sua segurança em comparação com as bicicletas elétricas. Alguns dizem que por causa de sua pequena estatura e velocidade mais lenta, eles são menos prejudiciais. Outros, porém, temem que as e-scooters sejam instáveis ​​e ofereçam mais riscos.

Então, qual é realmente a situação?

De acordo com uma pesquisa realizada pela National Association of City Transportation Officials, as patinetes elétricas causam 14,3 lesões a cada 100.000 viagens. Mais do que as bicicletas, que têm 10,1 lesões por 100.000 viagens, ao que parece. No entanto, não conta toda a história.

Já destacamos que investigações recentes da RosPa descobriram que as e-scooters são mais seguras do que as e-bikes. Ajudou a melhorar o design e os recursos de segurança das scooters elétricas. Devido ao seu tamanho pequeno, as e-scooters têm menos probabilidade de se envolver em colisões com carros. Sua capacidade de manobrar no trânsito sem dificuldade também ajuda a evitar colisões.

Além disso, quando comparado com o preços de uma e-scooter vs uma e-bike, combina proteção adicional pelo mesmo preço. Como resultado, dado o mesmo preço, uma e-scooter é uma opção mais segura.

O Dr. Aleksi Reito publicou um estudo intitulado “Incidência de lesões associadas a patinetes elétricos na Finlândia de 2019 a 2021”. De acordo com sua pesquisa, 51% dos acidentes com patinetes elétricos ocorreram porque o motociclista estava embriagado e não manteve os recursos de segurança adequados. Como resultado, revela essencialmente que os acidentes durante a condução de uma e-scooter estão mais relacionados com o descuido do condutor do que com as suas características de segurança.

De acordo com o mesmo estudo, as bicicletas elétricas são mais vulneráveis ​​a acidentes. Então, o que torna as scooters elétricas mais seguras do que as bicicletas elétricas? A resposta mais evidente é o recente avanço nos recursos de segurança.

Recursos de segurança da scooter elétrica

Quando se trata de e-scooters, a segurança deve estar sempre em primeiro lugar. Felizmente, a maioria dos fabricantes levou o assunto a sério. Como resultado, eles integraram vários recursos avançados de segurança em seus modelos mais recentes.

Os freios atualizados são um dos recursos de segurança mais comuns. Os travões na maioria das e-scooters são de dois tipos: disco e tambor.

• Os freios a disco são mais eficientes em termos de energia e fornecem mais poder de parada. Como resultado, sua eficiência de frenagem na rodovia melhorará em 15% a 20%. Freios a tambor também requerem menos manutenção e são mais baratos para substituir. Ele também possui um mecanismo de freio mecânico que permite que a e-scooter seja parada em uma distância menor.

As luzes LED na frente e atrás das e-scooters também fornecem uma camada extra de segurança. Ao andar à noite ou em ambientes com pouca luz, essas luzes aumentam a visibilidade. Como resultado da melhor visibilidade, a condução torna-se mais segura. Além disso, os fabricantes estão empregando lâmpadas LED de última geração para melhorar a segurança nas estradas.

Além disso, alguns modelos incluem faixas refletoras em ambos os lados. É excelente para melhor visibilidade em situações de pouca luz. Além disso, novos amortecedores ajudam a absorver vibrações de rotas irregulares

Finalmente, vários fabricantes de scooters elétricos incluem dispositivos de rastreamento GPS em seus veículos. Ele permite que os proprietários rastreiem remotamente seus veículos se forem roubados ou extraviados.

Quando é perigoso conduzir uma e-scooter?

Pilotar uma e-scooter pode ser agradável e conveniente. No entanto, tenha em mente que certos cenários ao andar podem ser perigosos.

• Mau tempo: Conduzir uma e-scooter em condições de humidade ou gelo pode ser altamente perigoso. Tem o potencial de fazer com que as rodas percam tração e derrapem. Como resultado, a probabilidade relacionada a um acidente aumentará.

• Inexperiência: Se você é novo em andar de patinete elétrico, deve passar algum tempo aprendendo a andar de maneira adequada e segura. Infelizmente, novos pilotos frequentemente pegam a estrada sem nenhuma precaução de segurança, aumentando o número de acidentes com patinetes elétricos.

• Comportamento imprudente: como em qualquer outro meio de transporte, o comportamento imprudente pode levar a um acidente com a e-scooter. Acelerar, ziguezaguear no trânsito e não usar capacete são exemplos de comportamentos perigosos. Além disso, muitas pessoas estão bêbadas e continuam a andar de e-scooters, resultando em ferimentos graves.

• e-scooters mal conservadas: uma e-scooter mal conservada pode ser mais propensa a avarias ou avarias mecânicas. Como resultado, você deve inspecionar os freios, pneus e outros componentes de sua e-scooter regularmente. Isso os manterá em boas condições de operação e evitará contratempos.

As 5 principais dicas para pilotar uma e-scooter com segurança

Andar de scooter elétrico é uma maneira conveniente de se locomover pela cidade. No entanto, você não deve desconsiderar as diretrizes de segurança para evitar colisões com e-scooters.

  • Um capacete e joelheiras devem ser usados ​​em todos os momentos. Use protetores de cotovelo e protetores de pulso ao andar de scooter elétrico para maior segurança. Antes de pegar a estrada, você deve estar ciente de quaisquer regras e restrições locais. Algumas cidades têm faixas designadas para e-scooters e bicicletas. Andar nessas estradas aumentará sua segurança.
  • Você também deve estar alerta e atento a outros veículos, pedestres e perigos na estrada ou na calçada. É útil para evitar colisões com pedestres, que são a principal causa de acidentes com patinetes elétricos.
  • Ao virar ou mudar de faixa, você pode usar sinais manuais. Para evitar colisões, ele alerta outros carros quando você muda de faixa ou muda para outra estrada.

Finalmente, excelentes rotinas de manutenção devem ser praticadas. Portanto, fique de olho em sua e-scooter para detectar quaisquer sintomas de danos ou desgaste que possam afetar seu desempenho ou segurança.

Conclusão

Uma e-scooter com manutenção adequada é mais segura do que uma e-bike. As e-scooters são mais seguras na estrada devido à sua melhor visibilidade, freios e capacidade de localização por GPS. No entanto, para evitar colisões e acidentes, você precisa modificar seus hábitos irresponsáveis ​​de pilotagem.

Conduzir uma e-scooter ou uma bicicleta é seguro desde que use equipamento de proteção adequado e respeite as regras de trânsito. Como resultado, cabe inteiramente a você garantir sua segurança enquanto viaja neste meio de transporte ecológico.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *